Categories
Saúde

Como a eficiência de energia ajuda os hospitais?

As áreas mais antigas do hospital podem ter sistemas de iluminação desatualizados e menos eficientes.

Novos espaços exigem melhor isolamento projetado para eficiência energética, enquanto áreas mais antigas do edifício às vezes são menos eficientes.

O aumento do custo de energia é uma preocupação para todos os negócios. Hospitais possuem edifícios sofisticados, altas taxas de aquisição de produtos e elevados gastos de transporte. Esses fatores tornam o setor de saúde mais suscetível a picos nos custos energéticos.

A escolha de se tornar eficiente em termos de energia oferece uma série de benefícios para o setor de saúde. Mais convincente é a economia com contas de energia reduzidas a cada mês.

Melhorar a eficiência energética em hospitais e outras instalações de saúde também pode simplificar o gerenciamento das instalações, ajudando ao meio ambiente e aos serviços de saúde a:

Identificar soluções mais econômicas

Ao desenvolver um plano de eficiência energética das instalações você descobre inúmeras economias em potencial, incluindo algumas que exigem apenas o investimento inicial baixo.

Por exemplo, substituindo os sinais de saída 36w por leds você percebe que a maioria das luzes usa apenas 5w para gerar o mesmo potencial em iluminação.

Para um hospital típico de 800 leitos com 400 placas de saída a modernização da sinalização led resulta em uma substancial economia a cada ano.

Economizar na conta

Substituição por luminárias com leds sempre geram economia: A reforma de um prédio com leds está entre os melhores investimentos em eficiência energética que um hospital pode fazer.

Uma lâmpada led economizadora de energia de 12w pode economizar até 94% dos custos de energia de uma lâmpada tradicional. Enquanto a unidade incandescente dura cerca de 1 mil horas o led tem duração de 50 mil horas!

Assim, a iluminação led economiza milhares nos hospitais todos os anos em custos de energia e manutenção. Leds também fornecem uma luz brilhante que ajuda a iluminar entradas, saídas, estacionamentos ou garagens, melhorando a segurança da equipe e do paciente.

Substituição atmosférica

Quando uma sala de cirurgia está em uso ela deve ter pelo menos 19 trocas de ar por hora. Manter isso funcionando de forma diária pode acumular bastante na conta de energia.

Uma rede hospitalar em São Paulo projetou uma economia de R$ 4 milhões anuais,  reduzindo as mudanças de ar para seis por hora quando a sala de operações não está em uso.

Analisar de dados para a eficiência energética

É possível usar a análise de dados para descobrir como economizar energia: As soluções de otimização de energia orientadas a dados facilitam a identificação das atualizações de eficiência energética mais econômicas para sua instalação.

Alguns apps fornecem análises de dados de construção e oportunidades de economia organizadas por valor para que sua equipe de manutenção inicie primeiro os projetos mais benéficos.

Categories
Saúde

10 fatos curiosos sobre suor e sudorese

O corpo só pode processar cerca de 0,8 litros de líquido por hora. Se a ingestão de líquidos for muito alta, como, no caso de uma bebedeira, os minerais valiosos serão lavados juntamente com a quantidade “desnecessária” de água – isto explica o porquê de o organismo gerar suor quando você consome bebida alcoólica. Outras curiosidades são reveladas adiante.

1: A transpiração limpa o interior do corpo?

Não! Nosso corpo se desintoxica através dos rins e fígado. A transpiração é usada para regular a temperatura do corpo, não no sentido de se purificar de toxinas ou resíduos.

2: Muito esporte significa mais suor?

Não, necessariamente. Suar sozinho não diz nada sobre fitness, porque todos suam de maneira diferente. Mas: quanto mais treinada uma pessoa, mais efetivamente ela transpira.

O exercício regular não apenas melhora a massa muscular e a resistência, mas também faz o sistema de resfriamento do corpo se tornar mais poderoso. Um atleta, portanto, sua mais rápido, mas suas glândulas sudoríparas treinadas podem regular melhor a liberação de líquidos – e, portanto, a temperatura corporal.

Sudorese nas axilas: É difícil evitar isso, especialmente em dias quentes de verão. Para combater a transpiração as pessoas usam um desodorizante, normalmente.

3: Homens suam mais do que mulheres?

Sempre suspeitamos disso, mas é verdade que os homens não apenas suam mais rápido que as mulheres como também em quantidades superiores. O motivo: O corpo masculino possui um sistema de resfriamento mais rápido e um maior teor de água.

4: Quem está acima do peso pode suar menos?

Pessoas com sobrepeso suam menos do que as pessoas magras porque a maior porcentagem de gordura na pele desloca mais as glândulas sudoríparas.

5: As crianças podem não cheirar a suor

É aqui que surge a inveja: Como as glândulas responsáveis ​​pelo cheiro do suor só se desenvolvem durante a puberdade as crianças não podem cheirar a suor.

6: As glândulas sudoríparas podem ser treinadas?

Os atletas não apenas suam mais rápido que as pessoas não treinadas, mas também menos. Porque aqueles que se exercitam mais também treinam suas glândulas sudoríparas que funcionam rapidamente.

7: Um litro de suor por dia? É verdade?

O corpo evapora até um litro de suor todos os dias. Dependendo do esforço e da temperatura ambiente pode se tornar significativamente mais molhado. Um ser-humano consegue suar até 30 mil litros em toda a vida.

8: Suar salva a sua vida?

O corpo regula sua temperatura suando. Esta função não é apenas uma reação completamente normal do corpo, mas também vital para não acontecer um superaquecimento interno.

9: Idade tem relação com as glândulas sudoríparas?

A funcionalidade das glândulas sudoríparas diminui ao longo da vida. É por isso que as pessoas idosas têm maiores problemas para regular a temperatura do corpo e devem beber mais, principalmente nos dias quentes.

10: É possível bloquear o suor excessivo?

Sim, desde que você utilize um antiperspirante. Este tipo de produto deve ser aplicado apenas em mãos, pés e axilas. Fique por 3 dias seco nestas partes do corpo após aplicar o produto.